Uilque cita a moda para explicar o sucesso do samba no exterior.

O cantor Uilque acredita na edificação do samba romântico no exterior, apresentando ao mundo através de uma carreira internacional, com o estilo que fez muito sucesso na década de 90. Após alcançar países que não tem o português como idioma oficial, principalmente oriente,  o sambista destaca a essência do estilo pouco explorada pelas gravadoras.

Com crescente participação de internautas do Vietnã, da Rússia, da Tailândia e da Índia, no canal oficial dele no Youtube e no site oficial, que o cantor Uilque enxerga neste novo mercado um horizonte que pode ser investido, não observado ainda pelas gravadoras internacionais. “Não precisei interpretar em espanhol e inglês para perceber a qualidade da música. Quando se canta com alma e sentimento, as pessoas começam a notar a diferença e despertam a curiosidade. O que a letra e trama da história quer dizer”, disse o sambista.

Para ele, o samba faz parte do processo cultural deste país, e por isso, os estrangeiros desejam se aprofundar mais, sendo envolvente por causa das várias vertentes. O sambista revela o interesse do publico masculino pela canção “Saídas”, composta por duas compositoras, Daniela Zaniboni e Bárbara Zaniboni, extremamente romântica, obtendo 58% da preferência, apenas 42% do público feminino. “Uma surpresa, logo que recebi a música, imaginei que as mulheres iriam se identificar pela forma doce, inteligente e renovadora das duas compositoras, mas acabou sendo o contrário” acrescentou.

Uilque enfatiza a preservação do samba romântico, um ponto decisivo para escolher o retro no EP Bons Tempos, e cita a moda que sabe ser ousado no moderno e sempre traz uma referencia do passado. “O samba romântico pode perfeitamente tirar como inspiração a genialidade dos estilistas, e nesta riqueza, étnica, cultural e de pluralidade, semelhante ao dos artistas e compositores, que sempre realizam no mundo inteiro, com amor e dinamismo”, comentou sambista.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *